Às margens do Lago dos Quatro Cantões | Para onde?

Às margens do Lago dos Quatro Cantões

with Nenhum comentário

No centro do país, Lucerna é o retrato da Suíça que povoa a imaginação dos turistas: lagos de águas cristalinas, cercada de montanhas, uma boa qualidade de vida.

A cidade é o ponto de partida para se conhecer montanhas famosas como Rigi, Pilatus e Titlis.

Pode-se também fazer um passeio de barco pelo lago. Existem diversas opções, incluindo passeios ao entardecer durante o verão.

Escolhi passar 10 dias na cidade exatamente para explorar todas estas atrações, com calma. Como fui no verão, pude passear pelo lago, apreciar o entardecer. Aluguei um apartamento ótimo (veja em Hospedagens). Apesar dia distância, resolvi passar uma noite em Zermatt, realizar um antigo sonho de ver de perto o Matterhorn.

Cheguei a Lucerna a partir do aeroporto de Zurique e na estação ferroviária aconselharam-me a comprar um passe de trem para o período da minha estadia. O transporte é muito caro na Suíça, mas neste caso valeu a pena. O passe dava o direito a pegar qualquer trem ou ônibus na região, e oferecia descontos em alguns trens panorâmicos como, por exemplo, os de Zermatt. Não foi preciso pagar pelo trem que leva ao alto da montanha Brienz, pelo barco que peguei entre Brienz e Interlaken, e pelo passeio que fiz no Lago Lucerna.

Há um posto de turismo no térreo da estação ferroviária que pode ajudar bastante com folhetos e mapas da cidade e dos arredores. Só não recomendo o passeio no trenzinho que anda pela cidade.  Pensei que iria até as muralhas, mas não foi. Ouvi outras pessoas queixando-se de que não foi o esperado.

O QUE VER

Barragem
with Nenhum comentário

A barragem no rio Reuss, formada por “agulhas”, foi construída no século XIX, para regular o nível das águas do Lago. Fica perto da Mühlenplatz uma praça bastante movimentada no verão, com diversos bares/restaurantes com mesas na calçada, e da … leia mais

Centro histórico
with Nenhum comentário

A visita ao centro histórico pode começar partindo da estação ferroviária ou da Schwanenplatz, uma praça bem movimentada, que leva à Hofkirche. Em frente à praça, vislumbra-se o lago e alguns barcos. O centro histórico de Lucerna, na margem direita … leia mais

Estação ferroviária
with Nenhum comentário

A estação ferroviária localiza-se entre o porto, o KKL (Centro Cultural e de Convenções) e o centro histórico. Na verdade, trata-se da terceira construção: a primeira foi construída nos anos 1850. A segunda, inaugurada em 1896, sofreu um incêndio em 1971 … leia mais

Hofkirche
with Nenhum comentário

No local onde se encontra a Hofkirche, principal igreja católica da cidade, havia, no século VIII, um mosteiro beneditino dedicado a São Maurício e, posteriormente, um priorado que, em 1455-1456 tornou-se um colegiado. Em 1633 a igreja foi totalmente destruída … leia mais

Igreja Jesuíta
with Nenhum comentário

A Igreja jesuíta foi o primeiro grande edifício barroco do país. Construída com o propósito de funcionar como escola jesuíta e igreja. O número de alunos cresceu mais do que o esperado e tornou-se necessário construir uma igreja maior. Em … leia mais

Lago Lucerna
with Nenhum comentário

O Lago dos Quatro Cantões, mais conhecido como Lago Lucerna, estende-se entre os cantões de Uri, Schwyz, Unterwalden e Lucerna e é o lago principal da Suíça Central. Existem vários passeios de barco pelo lago, durante o dia e ao … leia mais

Leão de Lucerna
with Nenhum comentário

Um dos símbolos da cidade, o leão agonizante (1820-21), entalhado na própria rocha, é obra de A.B. Thorvaldsen. Foi construído como homenagem aos Guardas suíços mortos em Paris, na tomada das Tulherias, em 1792. A escultura passa um sentimento de tristeza, dor … leia mais

Ponte da capela
with Nenhum comentário

A Ponte da Capela (Kapellbrücke), que originalmente fazia parte das fortificações da cidade, foi construída na primeira metade do século XIV e talvez seja a ponte de madeira mais antiga do país. Encontrei em um site a informação de que a … leia mais

Spreuerbrücker
with Nenhum comentário

Parte das fortificações medievais da cidade, a Ponte Spreuer (Spreuerbrücke) data de 1568 e, assim como a Ponte da Capela, é toda feita em madeira, com pinturas em formato triangular na parte interna, sob o telhado. As pinturas, um total … leia mais

Comentários